Causas para a Perda do A/F:

Avatar do Usuário
admin
Administrador
Mensagens: 4391
Registrado: 16/mai/2015, 01:59
Agradeceu: 42 vezes
Agradeceram: 1 vez

Causas para a Perda do A/F:

Mensagempor admin » 16/jul/2018, 00:29

1 – Através do Sistema Alimentação de combustível:
1 - Pressão da Bomba de Combustível abaixo do especificado;
Causa: Mistura Pobre e como conseqüência o Sistema entende o A/F como sendo Álcool mesmo tendo somente Gasolina no Tanque do veículo.
2 – Injetores Vazão Muito Baixa – Aplicação – Falsa entrada de AR através dos anéis ORING;
Causa: ECM aumenta o tempo de injeção (Ti) gera um valor Falso de A/F.
3 – Injetores Vazão Muito Alta ou com Gotejamento;
Causa: ECM diminui o tempo de injeção (Ti) gera um valor Falso de A/F. “Adulteração” do combustível com Água, Solvente etc.
4 – Válvula do Cánister com falta de vedação estanqueidade;
5 – Óleo do Motor fora da Especificação – Óleo muito denso;
Lembrete: Cuidado com a “Contaminação” do Óleo do Motor (Sistema Blow-by), mascarando assim a composição do A/F. – Trocar o Óleo e o Filtro do motor;
6 - Sonda de Oxigênio Aplicação Incorreta das Sondas do tipo Finger x Planar, AFR Broadband etc.
Em tempo: Após o abastecimento com Outro tipo de combustível é preciso que o veículo rode em torno de 15 Kms. e deixar o motor ligado por 5 minutos para assim haver o reconhecimento por parte do sistema.

2 – Através do Sistema Elétrico/Eletrônico do Veículo:

1 - Sensor do Nível da Boia de combustível funcionamento deverá estar operando perfeitamente;
Cuidado: O Sinal do Nível de combustível vai para o Painel via Rede CAN e depois segue para o respectivo pino da ECM verifique o circuito dessa Linha se realmente existe comunicação com a ECM;
Nota: Pois, a cada abastecida acima de 4 litros de qualquer tipo de combustível a ECM faz um Reset na sua memória para 50% de álcool e 50% de gasolina.
2 – Quedas de Tensão em Geral – Causadas por Alarmes, Acessórios mal instalados, Comutador de Ignição etc.
Nota 1: Medir a Queda de Tensão (DDP) durante a Partida do motor;
De preferência use um Osciloscópio – pois o Multímetro Não possui a mesma velocidade de aquisição como o Osciloscópio;
Lembrete: Cuidado com Veículos equipados com Alarmes, Rastreadores Via Celular, via Satélite ou outros acessórios Não “Originais”, poderão Interferir no sistema;
Nota: Cuidado com alterações feitas no sistema elétrico, como adaptação de LED,s etc.;
3 – Aterramentos em Geral entre Bateria o Bloco do motor e à Caixa de Câmbio etc.
4 – “Rippel” Ondulação Harmônica gerada pelo sistema de Carga do Alternador.
5 – Sistema de Carga do Alternador está acima do especificado.
6 – Bateria com Falta de Eletrólito – Aplicação ou está com defeito.
7 – Sensor da Temperatura da Água fora do “Range” deverá ser testado à FRIO e comparado com a Tª. Ambiente na dúvida Usar Sensor ORIGINAL;
8 – Alta Tensão Circuito com Fugas provenientes do sistema de Ignição em geral Bobinas – Velas – Cabos de velas etc.
Cuidado: Com a ligação dos Cabos de Velas na Bobina – Seqüência de Ignição;
Cuidado: Com a aplicação de componentes do sistema de Ignição que não sejam Originais do veículo;
9 – Velas Não Originais Aplicação pois, as Velas para o Sistema Flex são Resistivas e possuem um Índice térmico próprio para cada motor do veículo.
10 - Chicotes da ECM sofrendo algum tipo de Interferência – afastá-los do sistema de Ignição;
11 – Sensores MAP – MAF – TPS Funcionamento Irregular;
12 - Sonda Lâmbda Aplicação Incorreta Planar x Finger, mau contato no chicote de interligação Sonda x Chicote da Injeção;
13 – ECM Unidade de Comando do motor aplicação incorreta ou sofreu alguma intervenção como: “Chipada”;
14 – Nota: Entrar em contato com a Concessionária da Marca para saber se houve um “Upgrade” no Software do Sistema do veículo em questão.

3 – Através do Estado Físico do motor:

1 - Motor queimando Óleo – Faça os testes de Compressão e Vazamento de cilindros;
2 - Sistema de Blow-By com restrição, contaminando o corpo de Borboletas – Membrana Furada etc.
3 - Sincronismo das correias deverá estar correto;
4 – Comandos de Válvulas - Aplicação deverá ser Original e do veículo;
5 – Válvulas com Pouca Folga – Regular como especificado pela fábrica;
6 - Sistema de exaustão bem como o Catalisador deverá estar em perfeito funcionamento e também Não poderá ser ELIMINADO de forma alguma;
7 – Falsas Entradas de AR pelo sistema de Admissão ou exaustão antes da Sonda deverão ser eliminadas;
8 – Depósito do Cánister Saturado com combustível – Erro na hora do abastecimento;
Nota: Nunca encher o Tanque em demasia e depois deixar o veículo ao Sol;
9 – Operação do Sistema de Arrefecimento:
A - Liquido de Arrefecimento Estado - % de Etileno-glicol – Circulação da Água sem Ar no sistema – sangria etc.
Nota: Consumo de Líquido pela Combustão irá Comprometer o Sinal da Sonda Lambda.
B – Operação da Válvula Termostática, aplicação correta.
Nota: Para testar o seu funcionamento é preciso realizar um teste de Estrada com o Scanner ligado para “Monitorar” a temperatura da água, não poderá Baixar de 84º C.
1 - Ruídos provenientes de Rolamentos, esticadores de Correia que estejam roncando, ou seja, tudo aquilo que possa provocar (Gerar) algum tipo de Frequência - Ruído etc.


Administrador - Manual & Serviço
https://www.manualservico.net

Voltar para “Dicas”