Honda Bros 2013 com problema no TBI.

Poste aqui suas dúvidas sobre mecânica de Motos.
Regras do Fórum
Este fórum é destinado para você postar e responder dúvidas sobre Mecânica de Motos, qualquer membro do site pode perguntar e responder, não é permitido fazer propaganda sem a permissão do administrador nem postar links de arquivos para downloads, links só são permitidos no fórum Biblioteca.
matheusfral
Mensagens: 1
Registrado: 23/jun/2015, 10:44
Agradeceram: 1 vez

Honda Bros 2013 com problema no TBI.

Mensagempor matheusfral » 03/jul/2015, 19:10

A moto chegou funcionando normal na oficina, foi feita limpeza do corpo de injeção eletrônica.
A vela está boa, a gasolina está ok, o filtro de ar é novo, bomba de combustível, filtro de gasolina e regulador de pressão estão funcionando normalmente. Eu suspeito do sensor TP, porque no MotoDiag(Scanner) ele aponta a regulagem adequada para 0,4V-0,6V e no scanner está marcando 1,4V, mas na regulagem da porca limitadora da posição da borboleta esse valor não diminui para entrar no parâmetro. O que devo fazer agora?? :cry:
Última edição por matheusfral em 10/jul/2015, 07:31, editado 1 vez no total.



matheusfral
Mensagens: 1
Registrado: 23/jun/2015, 10:44
Agradeceram: 1 vez

Re: Honda Bros 2013 com problema na injeção eletrônica

Mensagempor matheusfral » 07/jul/2015, 09:02

Problema resolvido!!! Era o sensor de posição da borboleta que fica integrado no sensor híbrido do corpo de borboleta, no scanner apresentava voltagem acima do permitido, o teste pode ser feito no multímetro também. No curso de injeção eletrônica eu aprendi que os sensores devem ser isolados durante a limpeza do TBI(Throttle Body Injection) ou corpo de borboleta como é , informação que o mecânico não sabia pois não havia feito curso algum e se meteu a fazer algo que não sabia ao menos o básico, isso serve de lição para ele e para todos nós.

Avatar do Usuário
admin
Administrador
Mensagens: 4234
Registrado: 16/mai/2015, 01:59
Agradeceu: 41 vezes
Agradeceram: 1 vez

Re: Honda Bros 2013 com problema na injeção eletrônica

Mensagempor admin » 22/ago/2015, 20:14

matheusfral Escreveu:informação que o mecânico não sabia pois não havia feito curso algum e se meteu a fazer algo que não sabia ao menos o básico, isso serve de lição para ele e para todos nós.


Em primeiro lugar Matheus eu quero te agradecer por sua excelente postagem, nesses dias estava sempre muito ocupado na construção e fazendo upload de centenas de arquivos para o fórum, mas sempre de olho na sua contribuição.

Se você puder contribuir de vez enquanto com sua experiência eu fico agradecido.


Essa é uma triste realidade da maioria dos mecânicos de pequenas oficinas espalhados por todo Brasil, eles não estão se atualizando e todos os veículos auto-motores da atualidade seguem a mesma tendência de estarem cada vez mais complexos e com muita integração eletrônica.

Se a gente pegar por exemplo o Manual da XRE 300, a própria moto pode nos dar a indicação do seu problema, por exemplo:

Se olharmos nos códigos do MIL:

MIL: 7 piscadas.
Falha da Função: Mau funcionamento do circuito do sensor EOT
Causas
• Conector do sensor EOT solto ou com mau contato
• Circuito aberto ou curto-circuito na fiação do sensor EOT
• Sensor EOT defeituoso
Sintomas:
• Dificuldade de partida em baixas temperaturas
• Valor pré-programado: 90°C

Então o Manual vai te orientar a fazer os testes e procedimentos para corrigir o problema:

1. Inspeção da Voltagem de Saída do Sensor EOT
Acople o Dispositivo de Teste ao ECM e ao conector 33P do ECM (página 5-12).
Ligue o interruptor de ignição.
Meça a voltagem entre os terminais do Dispositivo de Teste.
Conexão: N° 24 (+) – N° 4 (-)
É indicada uma voltagem entre 2,7 e 3,1 V (a 20°C)?
Sim – • Falha intermitente.
• Conector do ECM solto ou com mau contato.
Não – Vá para a etapa 2.

2. Inspeção da Voltagem de Entrada do Sensor EOT
Desligue o interruptor de ignição.
Desacople o conector 2P do sensor EOT.
Ligue o interruptor de ignição.
Meça a voltagem entre os terminais do conector 2P, no
lado da fiação.
Conexão: Amarelo/Azul (+) – Verde/Branco (-)
É indicada uma voltagem entre 4,75 e 5,25 V?
Sim – Vá para a etapa 3.
Não – Vá para a etapa 4.
E por ai vai...

Este é só parte de um exemplo que sem o Manual o mecânico não consegue fazer reparo nenhum nessas motos mais novas, então ele só fica com as partes mais simples que é trocar um acessório(Óleo, Pneu, vela), esticar uma corrente, trocar uma transmissão procedimentos simples que a maioria das lojas de peças fazem sem custo ou bem barato apenas para fidelizar o cliente.

E o mecânico que não estuda, não lê os manuais tem tendências de danificar a moto do cliente, a minha por exemplo levei para trocar o óleo e o mecânico espanou a rosca da tampa do filtro de óleo.
E porque isso aconteceu?
Simples, geralmente os mecânicos mais antigos tentam fazer as coisas baseados em sua experiência, só que as coisas mudaram, com um simples e rápido ajuste em um torquímetro ele poderia ter evitado esse erro, pois além de espanar a rosca ele ficou calado, e na próxima vez que levei a moto para trocar o filtro o outro mecânico teve que arrumar e ainda tive que pagar pelo erro dele.
Administrador - Manual & Serviço
https://www.manualservico.net


Voltar para “Ajuda”